quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Prisioneira


Socorro! Tirem-me daqui!
Não percebem que não pertenço à este mundo?
Por favor, me soltem!
Não quero ser escrava da mentira e da ilusão!
Não quero vagar por estas ruas feitas de ódio e inveja!
Não  ser escrava de minhas próprias ambições!
Não quero ser considerada uma louca por acreditar!
Por favor, me soltem!

Sabrina Barbosa